Blogue para recordar desenhos animados. Presta-se a trocas restauradas.
Sábado, 4 de Outubro de 2008
Ana dos cabelos RUIVOS

Estreou em Portugal em 1987. Muitos associam esta série de desenhos animados ao programa "Agora Escolha", por ser no intervalo deste que passava a série da Ana dos Cabelos Ruívos. Enquanto as pessoas iam fazendo a votação, a Ana encantava. E não só os miúdos, mas graúdos também.

 

 é uma menina órfã que um dia é levada por uma família do campo. Mas ao chegar vê os seus sonhos e fantasias (e Ana tem-nos como ninguém!) desmoronarem, ao entender que a família adoptiva, os irmãos Marília e Matias, queriam um rapaz para os ajudar no trabalho na quinta. Ana já se apaixonou pelo local, que corresponde a todas as suas fantasias. E a menina não é de escondê-las de ninguém. O que deixa todos muito espantados.

 

vai ser devolvida ao orfanato, por não ser um rapaz. Está destroçada. Vai perder o «lago das águas prateadas» e a «Rainha da Neve» - nomes fantasiosos que atribuiu a coisas do local à medida que se deixava envolver.

 

Estes desenhos animados cairam-me no goto novamente, quando os revi após serem lançados em Dvd. O que mais me encantou ao revê-los é a percepção da vida naquele tempo. Dos actos domésticos, das responsabilidades, dos valores sociais, dos papéis do homem e da mulher e como tudo isto vivia em perfeito equilíbrio.

 

A imagem dos dvds não é lá dessas coisas. Nenhum esforço parece ter sido dado para restaurar a luminosidade perdida das vhs. Isto até pode diminuir o interesse em ver um episódio mas, ao fim de uns 4, já quis ver todos que se seguiam.

 

Encantei-me novamente por . De imaginação e criatividade também eu sou bem dotada, pelo que nunca me achei parecida com a personagem... mesmo quando as mães gostam de provocar as filhas, insinuando que têm um mau comportamento quando as comparam a traquinas personagens de desenhos animados.

 

Não, não me acho parecida a Ana, embora talvez na imaginação fosse. Mas ela viveu no campo, com lagos, árvores, florestas, rios... onde, como a própria conta, é mais fácil sonhar do que na cidade. Eu sou urbana mesmo!  Criada em apartamento, num prédio bem alto, com algum verde e jardins à volta (graças a deus) mas com os pés longe do chão. Porém, isso não era impedimento para conseguir, recorrendo à imaginação, inventar uma brincadeira cativante nos momentos de tédio.

 

Eis um trecho da série que mostra o encanto que sinto por estes simples gestos quotidianos. PS: numa altura em que tudo vem em embalagens de plástico, alguém, assim como Ana e Eu, chegou a descascar ervilhas?  E espreitou o mundo através das cores de diferentes papéis de rebuçado? Que nostalgia!

 

Disponibilizo esta série restaurada para venda ou troca. Sim! Leram bem. R-e-s-t-a-u-r-a-d-a. Descobri que não consigo ver aquela imagem escura com que soltaram a série para o mercado e decidi fazer tudo de novo. O resultado é surpreendente. Vale mesmo a pena ver a com as cores vivas e com maior definição e luminosidade. É como se fossem duas coisas diferentes e a que apetece ver é esta, claro! :) Contacto:  fadebd@sapo.pt.



publicado por Tv Tuga às 22:17
link do post | Esboçar opinião | favorito

8 comentários:
De Helena a 14 de Outubro de 2008 às 19:54
Ah, já me esquecia eheheh... a mim dizem-me que sou como a Ana dos Cabelos Ruivos (na brincadeira), sim, porque tenho um lado muito bucólico, eu diria mesmo algo dramtático (mas de um dramatismo que não é verdadeiro dramatismo, tal como acontece no caso desta bonequinha) mas principalmente porque gosto muito de escritas e livros e teatros... e ela também acaba a ser professora como eu acabei ahahah!! Além disso... ela tem uma imensa vontade de viver, como eu!! Sim e nisso de ser imaginativa ahahahah, pelo menos quando era muída (entratanto atrofiei um bocado) acho que ainda era pior que a Ana ahahah!! :-PP

Lembro-me tão bem desta cena... ainda bem que hoje há a internet... e o youtube e as reedições... para a gente não ficar com aquele buraco no estômago a pensar que nunca mais vamos poder ver as coisas que em criança nos faziam vibrar!!

Eu cheguei a contar-te que fiz uma boneca igual à Ana (gravei no vídeo do meu Avô, na altura era um luxo, mas o meu avô lá arranjou um; parava a imagem no pause e desenhava para uma folha ahahah!! A minha mãe é que desenhou o corpo, eu jamais seria capaz, desenhei a cara e a muito custo!!) e depois fartei-me de brincar com ela, passava tardes inteiras a inventar-lhe vestidos antigos eheheh!!!

Beijinhos!!


De Tv Tuga a 15 de Outubro de 2008 às 22:17
Sim Helena: isso é criatividade! Demonstraste desembaraço e encontraste uma maneira de brincar com a boneca Ana que só vias na Tv.

Todas as crianças que revelam esse tipo de iniciativa só se deve explorar para ver no que vai dar. É melhor do que pedir que lhe comprem no supermercado :)

Chegas-te a ver o mundo pelo papel colorido dos rebuçados? Acho essa parte tão bucólica, romântica e inocente... só mesmo crianças para achar piada!!

Bjs!
Volta sempre:)


Comentar post

mais sobre mim
NOVO BLOGUE!
O "bdporbd" tem o prazer de comunicar o nascimento de um novo blogue: http://seriesdetelevisao.blogs.sapo.pt/Espreite! Comente! É bem vindo!
Alegria!


posts recentes

O outro lado de Conan

O meu rabinho na Comercia...

Conan - o rapaz do Futuro

O "meu rabinho" na RFM?

Nós e os desenhos...

Riscos e Rabiscos...

Lembranças... como funcio...

Desafio: os 7 pecados

Bel e Sebastião (e os cãe...

Ana dos cabelos RUIVOS

arquivos

Junho 2011

Maio 2011

Março 2010

Fevereiro 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Maio 2008

Fevereiro 2008

pesquisar
 
links
TROCA & VENDA
1) Ana dos Cabelos Ruívos - restaurada a luminosidade e cor 2) Willy Fog e a volta ao Mundo -restaurado- 1ª dobragem 3) Bana & Flapi - terceira versão 4) Bel e Sebastião - alguns episódios 5) As cidades de Ouro Contacto: fadebd@sapo.pt
Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Música
Boomp3.com
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds